Encontro em Pirenópolis avaliará combate à febre aftosa na América do Sul

Mariana Ohde


O Brasil vai sediar a 44ª Reunião Ordinária da Comissão Sul-Americana para o Controle da Febre Aftosa (Cosalfa), responsável por avaliar e recomendar ações para reforçar os programas para erradicar a doença. O encontro será realizado em Pirenópolis (GO), de 3 a 7 de abril, e deverá receber representantes de 18 países e de organismos internacionais, como a Organização de Saúde Animal (OIE), a Organização das Nações para a Agricultura e Alimentação (FAO) e o Grupo Interamericano de Erradicação da Febre Aftosa (Giefa).

A reunião da Cosalfa deste ano servirá para analisar a situação do combate à doença, de acordo com o Plano de Ação 2011-2020, e os desafios da próxima etapa, na qual está prevista a aprovação do projeto de criação de um banco regional de antígenos, a gestão de cepas exógenas de febre aftosa para a região O financiamento para as ações de controle também será debatido no encontro. Há cinco anos, os países livres da doença na América do Sul não registram casos febre aftosa.

A Cosalfa é formada pela Argentina, Brasil, Bolívia; Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Uruguai. Além desses países, o encontro em Pirenópolis contará com a participação de representantes da Espanha, Estados Unidos, França, Nova Zelândia e Suíça.

O evento é promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Panaftosa/OMS, OPAS/OMS e governo de Goiás.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="480904" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]