Sem categoria
Compartilhar

Escritor premiado, José Passos conversa na Biblioteca Pública nesta quarta (2)

Com Metro JornalO escritor e professor universitário José Luis Passos é o convidado deste mês no projeto ‘Escritor na Bi..

Guilherme Grandi - 01 de agosto de 2017, 15:54

Projeto criado em 1984 é um maneira de debater literatura com os principais expoentes contemporâneos. [foto: Fernanda FIamoncini/divulgação]
Projeto criado em 1984 é um maneira de debater literatura com os principais expoentes contemporâneos. [foto: Fernanda FIamoncini/divulgação]

Com Metro Jornal

O escritor e professor universitário José Luis Passos é o convidado deste mês no projeto ‘Escritor na Biblioteca’, no auditório da Biblioteca Pública. Passos fez sua estreia na ficção com o romance ‘Nosso grão mais fino’, em 2009.

Com o romance ‘O Sonâmbulo Amador’, ele foi vencedor do Prêmio Portugal Telecon em 2013. O romance conta a história de um funcionário da indústria têxtil, Jurandir, que tem sua vida marcada por eventos trágicos, que o fazem perder a sanidade e ser trancafiado em um sanatório em Olinda, nos anos 60.

O livro foi apontado por Alfredo Monte, crítico literário da Folha de S. Paulo, como uma obra-prima. “O romance que retrata um personagem imaginativo, sufocado por sua insignificância social, construído por Passos com maestria”, elogia o crítico em sua coluna da Folha.

O seu romance mais recente, ‘O marechal de costas’, lançado em 2016, é uma biografia de ficção, um romance histórico baseado na trajetória do segundo presidente do Brasil, Floriano Peixoto. A narrativa brinca com a história do Brasil apresentando outro personagem, uma cozinheira que acompanha de perto as manifestações de 2013 e descobre um grau de parentesco com o Marechal de Ferro.

O projeto ‘Escritor na biblioteca’ funciona no auditório da Biblioteca Pública do Paraná. Iniciado em 1984, o projeto contou com a presença de figuras ilustres, como Paulo Leminski, Fernando Morais e Helena Kolody. A iniciativa acabou em 1986 e ficou na geladeira até ser retomada em 2011.

A proposta é trazer como convidados representantes da literatura brasileira contemporânea. Nesta nova fase do projeto, já participaram Cristovão Tezza, Antonio Torres, João Gilberto Noll e outros.

Na presença de um mediador, o bate papo pretende instigar os escritores a falarem sobre seu processo criativo, hábitos de leitura, livros essenciais e a sua relação com a literatura antes de se tornarem escritores. Sempre a primeira pergunta feita aos escritores é sobre sua relação com a biblioteca.

Passos é o quinto convidado deste ano. O evento ocorre nesta quarta (2), às 19h30, com mediação do colunista da Gazeta do Povo Luiz Henrique Pellanda. A entrada é gratuita.