Sem categoria
Compartilhar

Fugitivo da penitenciária de Piraquara é recapturado: 22 seguem foragidos

Um dos fugitivos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP 1) foi preso pela Guarda Municipal em Quatro Barras, na reg..

Mariana Ohde - 18 de janeiro de 2017, 09:43

Um dos fugitivos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP 1) foi preso pela Guarda Municipal em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. Paulo Cesar Alves, conhecido como Neguinho, foi o primeiro detento recapturado pelas autoridades desde a fuga na unidade, que aconteceu no último domingo (15).

Agora, segundo a Secretaria da Segurança Pública, 22 presos ainda estão foragidos. Outros cinco morreram em tiroteios com a Polícia Militar.

Em uma reunião em Brasília nesta terça-feira (17) com o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, o secretário da Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, reforçou o pedido de transferência de 28 presos que estão no sistema prisional do estado para unidades federais de segurança máxima.

"Essas lideranças foram identificadas na Operação Alexandria como membros do crime organizado. Foi solicitado, então, novamente, o apoio do governo federal na remoção desses presos para presídios federais, para que eles não possam mais ter contato com sua organização criminosa. É necessário fazer o isolamento urgente dos líderes dessas facções criminosas que, hoje, estão no departamento penitenciário do estado do Paraná", explica.

O encontro com o ministro contou também com a presença de secretários de todo o país e tratou, ainda, do plano nacional de segurança pública, que será apresentado pelo presidente Michel Temer aos governadores.

Depois da reunião, Temer autorizou a atuação das Forças Armadas dentro dos presídios, com a realização de vistorias, revistas de presos, e procura de objetos ilícitos, como armas, facas e celulares.

A presença das Forças Armadas nos presídios paranaenses ainda está sendo estudada pela Secretaria, junto com o Departamento de Execução Penal (Depen). Wagner Mesquita informou que o estado deve receber recursos federais do fundo penitenciário.

"O Estado do Paraná está em vias de receber R$ 58 milhões do Fundo Penitenciário. Parte dessa verba está destinada à construção de unidades penais, uma nova unidade penal com 600 vagas de regime fechado. O restante será destinado à aquisição de equipamentos para os agentes", afirma.

Ainda nesta terça-feira, três foragidos da 18ª Subdivisão Policial de Telêmaco Borba foram recapturados pela Polícia Militar. Eles estavam na área rural do município de Tibagi, nos Campos Gerais.

A fuga aconteceu na madrugada de segunda-feira, quando um grupo armado invadiu a delegacia de Telêmaco Borba e arrebentou os cadeados das celas. Pouco tempo depois, eles explodiram um dos portões com dinamites e libertaram nove presos do local.