Sem categoria
Compartilhar

Gaeco prende agente penitenciário suspeito de vender celulares e drogas na PEC

Investigados pela Operação Fio de Ouro do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), um agente pe..

Fernando Garcel - 22 de março de 2017, 14:54

Investigados pela Operação Fio de Ouro do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), um agente penitenciário e um traficante foram presos na manhã desta quarta-feira (22), em Cascavel, no oeste do Paraná. A investigação apura um esquema de venda de aparelhos celulares e drogas para presos da Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC).

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MPPR), além das prisões, o Gaeco, com apoio do 6º Batalhão da Polícia Militar de Cascavel, também cumpriu seis mandados de busca e apreensão na manhã de hoje.

Com o agente, foram apreendidos 172 gramas de maconha, 22 aparelhos celulares, duas munições, uma quantia em dinheiro e um utensílio de madeira rudimentar comumente utilizado para furar concreto. Além disso, também foi encontrado um pedaço de fio de tungstênio. Com o traficante, foram apreendidas uma bucha de cocaína e quantias em dinheiro e cheque.

Dos seis mandados de busca e apreensão, dois foram cumpridos nas residências de dois agentes penitenciários e dois nos armários da Penitenciária Estadual de Cascavel. Os outros dois mandados foram cumpridos na casa e em estabelecimento comercial do traficante.

Fio de Ouro

A operação recebeu o nome "Fio de Ouro" pois é uma referência ao fio de tungstênio, utilizado pelos presos para serrar o concreto e confeccionar armas, além de facilitar as fugas.