Polícia fecha loja de motos que aplicou R$ 2 mi em golpes contra clientes

Andreza Rossini


A Delegacia de Crimes Contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) da Polícia Civil fechou uma loja de motos na manhã desta terça-feira (24), em Curitiba.

De acordo com as investigações, o estabelecimento é suspeito de aplicar golpes nos clientes que movimentou cerca de R$ 2 milhões; eles vendiam as motos de terceiros e não repassavam o valor final ao consumidor.

Mais de 10 vítimas procuraram a delegacia para denunciar o caso, porém as investigações apontam que o esquema lesou centenas de consumidores.

A operação foi batizada de “Cavalo de Aço” e também cumpriu mandado de busca e apreensão e de suspensão das atividades econômicas do estabelecimento. A loja fica no bairro Campina do Siqueira.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo o delegado responsável pela operação, Wallace de Oliveira Brito, o golpe era aplicado pelo próprio dono da loja, com participação de funcionários. “Eles entravam em contato com pessoas que anunciavam a venda da moto em sites na internet para sugerir a venda na própria loja”, falou o delegado completando que “após a venda o dinheiro não era repassado a vítima.

Os crimes investigados na ação são contra as relações de consumo, estelionato e associação criminosa e eram praticados desde novembro de 2013.

Se alguém foi vítima da loja, deve procurar a delegacia que fica na rua Ermelino de Leão, n°513 – Alto São Francisco.

Previous ArticleNext Article