Homem morre após abordagem da Receita Federal em Foz do Iguaçu

Fernando Garcel


Um homem de 39 anos morreu após ser abordado por fiscais da Receita Federal na aduana da Ponte da Amizade em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, na tarde de sábado (28). A causa da morte ainda não foi constatada e o caso é investigado pela Polícia Federal (PF).

Em vídeo registrado por pessoas que passavam pelo local, o homem, identificado como Ademir Gonçalves Costa, aparece imobilizado no chão, com as calças abaixadas e com a barriga para baixo.

Veja:

[insertmedia id=”fmwRufA8RGE”]

Após o fim da gravação, o homem teria tido uma convulsão e entrado em óbito. Uma viatura do Samu chegou a ser acionada, mas os médicos apenas atestaram a morte.

Em entrevista ao site Massa News, Thaís Claro Goulart, companheira de Ademir, afirmou que foi ao IML identificar o corpo e o encontrou com muitas marcas. “Um laudo que tem aqui no IML fala que ele morreu de causa natural, mas eu vi o corpo. Ele está toco machucado, com a boca estourada, cabeça machucada. Tá muito feio”, declarou. Ela também afirma que os agentes usaram spray de pimenta e que o companheiro seria alérgico.

A PF, que é responsável pelo território aduaneiro, assumiu as investigações, mas não só deve se pronunciar sobre o caso após a emissão do laudo do exame de necropsia do Instituto Médico-Legal (IML).

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="411316" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]