Homem simulava acidentes com carretas da empresa onde trabalhava para roubar a carga

Mariana Ohde


Um motorista suspeito de participar de um esquema de desvio de cargas de perfumes em, pelo menos, quatro estados do país foi preso pela equipe da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC), na noite de sábado (30), em sua residência no bairro Tatuquara, em Curitiba. De acordo com as investigações, em apenas um mês, cinco carretas com produtos da mesma empresa foram acidentadas propositalmente para simular o roubo da carga. O prejuízo estimado ultrapassa R$ 17 milhões.

Marcos Cézar Munarin, de 34 anos, é motorista da empresa que faz o transporte de perfumes para uma fabricante de cosméticos. Segundo a polícia, o tombamento de carreta era usado como uma estratégia da quadrilha para forjar um acidente e roubar a carga. Os produtos eram levados para diversos estados, onde eram vendidos para comércios de bairros realizarem revendas ou até mesmo comercializados através de sites na internet.

De acordo com o delegado da unidade, Rafael Vianna, o esquema pode envolver transportadoras, motoristas e até mesmo funcionários da empresa prejudicada. “As investigações continuam com o intuito de identificar e localizar as demais pessoas envolvidas no esquema”, acrescenta o delegado. O motorista detido responderá pelos crimes de receptação, associação criminosa e roubo. O esquema também é investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais e da Bahia.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal