Homenagens marcam enterro de sargento morto em serviço

Mariana Ohde


Foi enterrado no fim da manhã deste domingo (14), no Cemitério Jardim da Colina, em Colombo, o corpo do sargento Wellington de Matos, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

Wellington morreu em decorrência de um ferimento sofrido durante uma ocorrência no último dia 9 de agosto – uma quadrilha envolvida com crimes na região de Itaperuçu estaria em uma residência da cidade e a equipe se deslocou até o local, onde o sargento foi baleado. A bala atingiu a artéria femoral do agente. Ele chegou a ficar internado, mas não resistiu e morreu na madrugada de sábado (12), no Hospital Evangélico.

Neste domingo, um cortejo realizado pelas ruas até o local do sepultamento marcou a homenagem de colegas e familiares.

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

O Comando Geral da Policia Militar decretou luto oficial de três dias em razão da morte do sargento, que tinha dez anos de serviço na corporação e há dois integrava a equipe do BOPE.

A PM emitiu uma nota, assinada pelo comandante geral, coronel Mauricio Tortato, lamentando o falecimento do sargento do BOPE e decretando luto de três dias.

“Com muita dor, mais uma vez, este momento trágico e lamentável da morte do Sargento Matos, do Batalhão de Operações Especiais, nos mostra o quão difícil é a vida do policial militar e quão árdua é a sua missão de defender a sociedade e de sobreviver em meio a esse cenário de inversão de valores que estamos vivendo e que, infortunadamente, atingiu o militar estadual, morto em serviço. Solidários à dor de todos os policiais militares, rogamos a Deus que nos conforte, em especial a família do sargento e todos os seus companheiros da RONE/BOPE”, pede o Comandante-Geral da PM, coronel Maurício Tortato.

O governador em exercício, Ademar Traiano, também lamentou a morte por meio de uma nota oficial.

O policial, que tinha 34 anos, deixa a esposa grávida de dois meses do primeiro filho do casal.

O suspeito de atirar no sargento, um rapaz de 20 anos, acabou sendo morto por outros policiais na mesma ocorrência que vitimou o sargento.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal