Jucá, a nova pedra no sapato de Temer. Ele teria sugerido frear a Lava Jato

Redação


Romero Jucá, o ministro da salvação nacional, pisou feio na bola e está no meio do furacão. Quem leu o jornal Folha de S.Paulo desta segunda-feira levou um susto quando a manchete afirmava que o então senador apostava em um novo governo para “estancar a sangria” da Operação Lava Jato, comandada pelo juiz Sérgio Moro e um dos maiores acontecimentos do Brasil recente no combate à corrupção. Ainda pela manhã, o ministro do Planejamento do governo Michel Temer correu para justificar, sustentando que o que disse era para “estancar a crise”. Como o cidadão é denunciado na Lava Jato, é bom ficar de olho nele. Seus advogados afirmaram que ele não renunciará. Agora Temer tem dois problemas: Eduardo Cunha e Romero Jucá. Como governador com um barulho desses.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="487106" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]