Sem categoria
Compartilhar

Juiz prorroga prisão de líderes do esquema na UFPR e libera outros 25

Atendendo pedido da autoridade policial, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva determinou a prorrogação por mais cinco..

Roger Pereira - 17 de fevereiro de 2017, 19:49

Atendendo pedido da autoridade policial, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva determinou a prorrogação por mais cinco dias da prisão temporária das servidoras públicas federais Conceição Abadia de Abreu Mendonça e Tânia Márcia Catapan, acusadas de comandar o esquema que desviou R$ 7,3 milhões da Universidade Federal do Paraná através de pagamentos de bolsa de pesquisa a pessoas que sequer tinham vínculo com a universidade e determinou a soltura das outras 25 pessoas presas na Operação Research, realizada pela Polícia Federal na última terça-feira.

Para o juiz, apesar do comprovado envolvimento das pessoas, que receberam os pagamentos das bolsas ou cederam suas contas bancárias para tais depósitos, o objetivo da prisão temporária, facilitar a coleta de provas e evitar interferência nas diligências, já foi cumprido e elas, por terem participação menor nos crimes, não sendo as articuladoras do esquema criminoso, poderão responder em liberdade.

Despacho irônico

Ao comentar a atuação de Conceição e Tânia, no desvio das bolsas da universidade, o magistrado citou que R$ 350 mil foram pagos a uma vendedora de joias e acessórios, que repassou mercadorias, apreendidas no cumprimento dos mandados de busca e apreensão para as duas suspeitas. “As tais servidoras públicas parece que regularmente confundiam o conceito de bolsa enquanto acessório em que se acomodam bens e dinheiro pessoais com o de bolsa escolar enquanto prestação pecuniária a um pesquisador. Nesse cenário, utilizavam para o suas aquisições próprias os recursos da segunda quando deveriam, como todo cidadão honesto, fazer uso da primeira”, despachou o magistrado.

http://paranaportal.uol.com.br/policial/operacao-encontra-apenas-r-200-mil-de-r73-milhoes-desviados-da-ufpr/

http://paranaportal.uol.com.br/policial/fraude-na-ufpr-pagou-r-75-milhoes-em-bolsas-para-pessoas-sem-ensino-superior/