Justiça condena 17 pessoas na Operação Ferrari, contra o tráfico internacional de drogas

Jordana Martinez


A Justiça Federal do Paraná condenou 17 pessoas em processo decorrente da operação Ferrari. O grupo, que tinha base em Londrina, no norte do Paraná,  é acusado de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, com atuação no Paraná e nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia e Sergipe.

A ação foi deflagrada em junho de 2015, em um trabalho conjunto entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF). Segundo a denúncia, o valor levantado com os crimes ultrapassam os R$ 80 milhões.

O grupo importava pasta de cocaína do Peru e da Bolívia (via Paraguai) e transportava o produto até laboratórios de São Paulo e Bahia, onde era feito o refino. A quadrilha também montou um esquema de distribuição da droga para vários estados brasileiros por meio por meio de empresas de fachada e laranjas.

“No decorrer da fundamentação desta sentença restou evidenciada, à exaustão, a existência de um grande agrupamento criminoso, estruturalmente ordenado e caracterizado pela divisão interna de tarefas, destinado à prática dos crimes de tráfico transnacional de entorpecentes e de lavagem dos ativos decorrentes do narcotráfico. Outrossim, demonstrou-se a existência de vínculo estável e permanente, para o fim de praticar ilícitos, entre os integrantes das diversas células desta organização criminosa”, destaca o juiz em um dos trechos da sentença.

A sentença também determina que parte dos bens da quadrilha seja leiloada e o dinheiro seja destinado a órgãos públicos. Entre os bens estão cerca de 80 automóveis, joias, relógios e aparelhos eletrônicos. O magistrado ainda decretou o perdimento de 25 imóveis, entre casas, apartamentos e empresas. Alguns imóveis poderão ser usados por órgãos públicos e parte do dinheiro daqueles que forem vendidos será investigado em novas operações policiais.

Condenados

Foram condenados Adib Kadri (20 anos, 7 meses e 15 dias); Alexandre Pereira (11 anos, 3 meses e 24 dias); Alexandre Teodoro de Souza (26 anos, 7 meses e 12 dias de reclusão); Anderson Eduardo Cruz dos Santos (14 anos e 3 meses); Clayton Ribeiro da Silva (13 anos, 1 mês e 29 dias); Cristiane Rodrigues (9 anos, 7 meses e 29 dias); Daniel Dias Lopes (9 anos, 8 meses e 12 dias); Eder Adriano Banzatti (22 anos, 11 meses e 17 dias); Jairo Alves Costa (14 anos e 3 meses); João José Diogo Junior (7 anos e 6 meses); Kléber Antonio Sandaniel (9 anos, 7 meses e 29 dias); Leonardo Barbosa de Souza (8 anos, 3 meses e 29 dias); Luís Fernando Pachelli (8 anos e 10 meses); Manoel Fernandes da Silva (26 anos e 5 meses); Nasser Kadri (20 anos, 7 meses e 15 dias); Valdeci Vieira da Costa (26 anos e 5 meses) e Vanderlino Rodrigues dos Santos (13 anos, 2 meses e 15 dias).

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="412989" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]