Sem categoria
Compartilhar

Justiça decreta prisão preventiva para suspeita de agredir criança em creche

A Justiça decretou a prisão preventiva, quando não há prazo para que o investigado ganhe liberdade, da ex-estagiária do ..

Fernando Garcel - 29 de março de 2017, 16:40

A Justiça decretou a prisão preventiva, quando não há prazo para que o investigado ganhe liberdade, da ex-estagiária do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Educadora Maria Bonin Fachinelo de Salto do Lontra, no sudoeste do Paraná, acusada de agredir uma criança nesta quarta-feira (29). Com medo de represálias, a mulher se afastou da cidade e é considerada foragida.

> Polícia investiga agressão registrada em creche do PR

A Polícia Civil acompanha o caso desde o último sábado (25) quando o vídeo da mulher agredindo a criança repercutiu na internet. Nas imagens, a então funcionária aparece dando palmadas em uma criança enquanto mexe no celular. “Eu não te suporto, piá. Eu não te suporto”, diz enquanto joga o menino pelos braços no canto.

Veja o vídeo:

Se ficar comprovada as agressões, a mulher deve ser julgada por crime de tortura e maus tratos com penas de seis meses de reclusão a oito anos de prisão.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação de Salto do Lontra afirma que decidiu afastar a estagiária tão logo soube das cenas de maus-tratos e solicitar a Fundação Cândido Garcia, responsável pela contratação da estagiária, a demissão da mesma.