Líder de quadrilha suspeita de sequestrar médico é preso pela Polícia Civil

Andreza Rossini


Um integrante de uma quadrilha suspeita de sequestro, roubos e furtos foi preso, nesta terça-feira (11), durante uma ação da Polícia Civil, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná

Cerca de 20  policiais que participam da ação, cumpriram quatro mandados de busca e apreensão e três pessoas estão foragidas.

Entre os crimes desta organização estão roubo a um shopping da cidade, clínicas médicas, salão de beleza, material de construção e até mesmo um sequestro de um médico. A polícia suspeita ainda que eles tenham envolvimento com roubo de veículos que são mandados para o Paraguai.

No sequestro do médico, os integrantes da quadrilha colocaram uma bomba falsa em um local onde funciona uma faculdade e um colégio de ensino médio, numa das avenidas mais importantes de Foz do Iguaçu, para despistar a polícia.

Com a suspeita, policiais civis e militares foram deslocados para o local e tiveram de interditar ruas, a escola de ensino e o comércio da redondeza. O esquadrão antibombas de Curitiba foi para Foz do Iguaçu e então foi constatado que o dispositivo não possuía detonador.

Enquanto isso, a quadrilha invadia a clínica de um médico, levando-o até a casa, onde fizeram o roubo e levaram um carro da família e cerca de R$ 250 mil em joias. Durante a investigação, que culmina com a operação desta terça-feira, a Polícia Civil recuperou parte das joias roubadas e prendeu o homem apontado como líder desta organização criminosa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="390550" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]