Livro que conta história da Telepar será lançado em Curitiba

Caderno Gente


Privatizada há 19 anos, a Telecomunicações do Paraná S/A –Telepar foi considerada em vários momentos uma empresa estatal exemplar. E se não conseguiu atender toda a demanda por telefones em seus quase 35 anos de existência, ela pelo menos obteve a nota 10 em vários indicadores de qualidade medidos pela holding Telebrás. Além disso, foi pioneira ao implantar tecnologia de ponta e ao criar serviços e procedimentos.

Criada em 1963 pelo governador Ney Braga para tirar o Paraná do atraso na área da telefonia, a Telepar conseguiu em relativamente pouco tempo integrar o Estado por meio de uma rede de microondas que não tinha paralelo nos demais Estados. Essa e outras inovações tecnológicas estão descritas no livro “Telepar, a revolução das telecomunicações no Paraná”, que será lançado na quarta-feira (13) na Fiep, a partir das 16 horas.

Com a chancela da Associação dos Aposentados, Pensionistas do Setor de Telecomunicações no Paraná (Astelpar), o livro foi escrito por quatro ex-empregados da Telepar (o jornalista Walter W. Schmidt, o relações-públicas José Francisco Cunha, o economista Paulo Arruda Bond, o engenheiro Israel Kravetz), mais o empresário Wilson R. Pickler, fornecedor e parceiro da estatal durante muitos anos.

Pioneirismo

O livro conta, em 560 páginas, um pouco da história da telefonia no Paraná antes de abordar a vida da Telepar propriamente dita, como os tempos da Companhia Telefônica Nacional, da Radional e das várias companhias que funcionavam no interior do Estado. Ao todo, são 36 capítulos, sendo dois deles dedicados ao processo da privatização da empresa, ocorrido em 1998, passando pela implantação da telefonia celular, da telefonia rural e das fibras ópticas. A Telepar foi a primeira empresa estadual do Brasil a instalar uma rede de micro-ondas de alta capacidade (960 canais), ligando o Paraná ao País e ao Mundo; integrou todos os municípios paranaenses, disponibilizando telefonia em DDD e DDI; foi considerada a Empresa Modelo – nota 10 – em todo  Sistema Telebrás -, sendo referencia para as demais empresas estaduais de telecomunicações; foi a terceira empresa a instalar o sistema de telefonia celular no Brasil;

Foram gravadas quase 70 horas de entrevistas com ex-presidentes, ex-diretores, ex-gerentes e ex-funcionários. Pesquisas foram realizadas no Arquivo Público do Paraná, na Biblioteca Pública do Paraná, na Hemeroteca da Biblioteca Nacional, e em acervos de ex-funcionários.

A obra reúne ainda depoimentos de ex-teleparianos e uma listagem com quase 18 mil nomes de pessoas que trabalharam na empresa.

Serviço

Lançamento do livro:
“Telepar, a revolução das telecomunicações no Paraná”.
Dia: 13 de dezembro de 2017 (quarta-feira).
Horário: das 16 às 20 horas.
Local: Centro de Eventos Sistema Fiep – Campus da Indústria
Avenida Comendador Franco, 1.314 (Av. das Torres) – Jardim Botânico.
Preço do livro: R$ 100,00.

Previous ArticleNext Article