Mudanças climáticas são debatidas no III Ciclo de Estudos sobre os ODS

ISAE


“O lema agora é não deixar ninguém para trás”, com essa frase, Isabela Drago, gestora da informação do Núcleo de Indicadores de Desenvolvimento e Pesquisa (NIDEP), do Sesi, inicia o segundo painel do III Ciclo de Estudos sobre os ODS, que debateu o objetivo 13, que trata das mudanças climáticas, no ISAE – Escola de Negócios. O evento é uma realização do Sesi Paraná, CIFAL Curitiba e Faculdade da Indústria com a parceria da Celepar.

Ao longo da manhã da última terça-feira (18), o diretor do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres, da Defesa Civil, Capitão Eduardo Pinheiro; o presidente do ISAE e presidente do Capítulo Brasileiro do PRME, Norman de Paula Filho e o gerente de Tratamento de Esgoto para Curitiba e Região Metropolitana, Charles Carneiro, com mediação do professor Devanir Simões, revezaram-se nas explanações sobre o cenário atual das mudanças climáticas e previsão para o futuro. “ A Educação é essencial para o nosso caminho. Não adianta explicarmos os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), temos que sensibilizar a sociedade, pois não existe solução isolada para cada um dos ODS”, explica o presidente da Escola de Negócios.

Já Charles Carneiro chamou atenção para a disponibilidade hídrica no Estado do Paraná. “Nosso problema não será a quantidade de água disponível e sim a qualidade dessa água. Precisamos realizar ações preventivas, pois elas ainda são mais eficientes do que as ações mitigadoras”. Para finalizar, o Capitão Eduardo Pinheiro, ressaltou a omissão do poder público em relação à um planejamento estratégico e preventivo sobre desastres naturais. “O Brasil ainda subestima a avaliação do impacto dos desastres na economia. Não estamos preparados para nos anteciparmos ao resulto desses acontecimentos”.

O próximo encontro do III Ciclo de Estudos sobre os ODS acontecerá no dia 22 de maio, às 19h30min, na FAE, em São José dos Pinhais.

Previous ArticleNext Article