Mulher atropela estudantes para escapar de assalto em escola

Narley Resende


Brunno Brugnolo, Metro Jornal Curitiba

Dois homens armados que deram voz de assalto a uma motorista na quarta-feira (23) à tarde na Rua Constantino Marochi, próximo da esquina com a Rua Campos Salles, no bairro Juvevê, em Curitiba seguem soltos.

Assustada, a motorista que ia deixar o filho pequeno na escola por volta das 13h deu ré e acabou atropelando dois outros adolescentes que estavam prestes a atravessar a rua, além de bater em outros três veículos.

No mesmo dia a Polícia Militar fez buscas na região, mas não encontrou os suspeitos que tentaram assaltar a motorista. Até agora nenhum inquérito foi aberto na Polícia Civil para investigar a tentativa de assalto.

O casal de jovens que foram atropelados, um adolescente de 18 e uma adolescente de 16, continuava internado na início da noite de ontem. A menina está em observação em um quarto no Hospital Evangélico e não corre riscos. Ela não teve nenhum órgão comprometido, mas pode passar por cirurgia na face nos próximos dias, por causa de fraturas no maxilar.

O garoto segue internado em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Cajuru. Com traumatismo, ele passou por duas cirurgias de emergência ainda na quarta-feira. Uma para colocar um cateter que monitora a pressão intra-craniana e outra para drenar o tórax.

Previous ArticleNext Article