Núcleo investiga 44 denúncias de tráfico de pessoas no Paraná

Andreza Rossini


Da BandNews Curitiba

Quarenta e quatro denúncias de tráfico de pessoas são investigadas pelo Núcleo Especializado no Paraná. Os números foram divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça. Uma das investigações é acompanhada graças a uma mala extraviada durante o trajeto Brasil – Espanha. Como o objeto só pode ser devolvido ao viajante, mediante apresentação do passaporte, a vítima conseguiu avisar autoridades sobre o crime de tráfico humano. O Paraná conta com um grupo específico de trabalho para investigação desses casos. É o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, vinculado à Secretaria de Justiça do estado.

Ao longo do ano passado (2015), em todo Brasil, a Justiça recebeu 735 processos relativos a tráfico internacional e interno de pessoas. O número é maior do que o registrado no ano de 2014, quando foram 508 registros desse tipo de crime em todo país. Segundo dados da ONU – Organização das Nações Unidas -, apenas uma em cada 100 pessoas vítimas de tráfico humano é resgatada. 80% dos casos são contra mulheres e crianças que são forçadas a trabalhar com prostituição. A ONU ainda considera o tráfico humano um dos crimes mais rentáveis do mundo, com circulação estimada de 30 bilhões de dólares.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="405381" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]