Sem categoria
Compartilhar

Nuvens de tempestades se instalarão nos céus de Brasília do novo governo

  Dia 12 de maio foi mais uma data hist√≥rica para o Pa√≠s. A petista Dilma Rousseff foi literalmente exp..

Redação - 14 de maio de 2016, 09:30

 

foto pedro

 

Dia 12 de maio foi mais uma data hist√≥rica para o Pa√≠s. A petista Dilma Rousseff foi literalmente expulsa do Pal√°cio do Planalto pelo Senado Federal para deixar a casa para seu vice, o peemedebista Michel Temer. A partir de agora, o Brasil precisa virar est√° p√°gina manchada de sua recente hist√≥ria democr√°tica e procurar enxergar luz no futuro para consertar o pa√≠s quebrado. √Č necess√°rio, antes de tudo, ter responsabilidade pol√≠tica.

Temos, como heran√ßa, um rombo or√ßament√°rio previsto para este ano de R$ 110 bilh√Ķes. Nas contas p√ļblicas o buraco chegou a R$ 5,77 bilh√Ķes, segundo o Banco Central. H√° um alto endividamento pelo alto custo da d√≠vida p√ļblica com mais de 14% de juros ao ano, sobre uma d√≠vida de R$ 3 trilh√Ķes. Quer dizer: os estados est√£o falidos e precisam renegociar a d√≠vida.

Dados revelam ainda que s√≥ a Petrobras deve mais de R$ 500 bilh√Ķes e precisar√° ser capitalizada. Este conjunto de m√° gest√£o, que se caracteriza por irresponsabilidade governamental, colocou em risco toda uma na√ß√£o, onde o povo est√° pagando com o desemprego, que beira a 12 milh√Ķes de pessoas (9,1% da popula√ß√£o). E n√£o pensem que, a partir de agora, tudo ser√° bonanza, porque vem coisas ruins por a√≠ como, por exemplo, aumento de impostos (pode ser a CPMF) e outras medidas para tirar o pa√≠s do buraco.

Este é o legado que o governo petista deixa ao sucessor que terá que juntar os cacos e lançar um programa de emergência que de possibilidades para a economia crescer.

Mas há ainda um outro risco: a guerrilha. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a própria presidente, no comando ou não, têm dados sinais de que vão infernizar a vida do sucessor e, consequentemente, a vida dos brasileiros que saíram às ruas, empunhando a bandeira da moralidade.

O ex√©rcito de Stedile, os radicais da CUT e a milit√Ęncia intolerante amea√ßam jogar gasolina no fogo para desestabilizar o governo e manter acesa a chama petista da manipula√ß√£o. S√≥ esperamos que isso n√£o se transforme numa espiral de viol√™ncia no pa√≠s, auxiliada por vizinhos bolivarianos.

Lamentavelmente, Lula vem instruindo seus seguidores a agirem com viol√™ncia contra advers√°rios, para que estes sintam receio de se oporem aos petistas. Lembro quando disse ao seu irm√£o ‚ÄúVav√°‚ÄĚ, por exemplo, que os ‚Äúcoxinhas‚ÄĚ que chegarem perto de sua casa v√£o levar porrada.

Se isso ganhar terreno, h√° um s√©rio risco de minar a rep√ļblica e democracia com o verde oliva e os coturnos voltando √†s ruas e aos por√Ķes do terror. N√£o √© isso que a pacata popula√ß√£o quer. N√£o √© isso o que os esperan√ßosos jovens desejam.

O Brasil e os brasileiros querem que outros ju√≠zes, a exemplo de S√©rgio Fernando Moro, arregacem as mangas e entrem na luta contra a corrup√ß√£o e a impunidade para sobrar dinheiro para, efetivamente, serem investidos em sa√ļde, educa√ß√£o, saneamento b√°sico, seguran√ßa p√ļblica e gera√ß√£o de empregos.