Onda de roubos a lojas de shoppings deixa lojistas em alerta

Jordana Martinez


Por BandNews Curitiba

Curitiba contabiliza pelo menos quatro casos de roubos a lojas de shoppings nos últimos dias. Foram alvos de ações criminosas os shoppings Crystal, Mueller e Palladium. Este último, no bairro Portão, teve um roubo registrado na noite de ontem e que terminou com um segurança baleado. Foi por volta das 21h30, quando três rapazes armados foram diretamente a loja da Apple. Na fuga, se depararam com um segurança, desarmado, e que tentou evitar o crime. Ele acabou baleado no abdômen e no pescoço, e encaminhado ao Hospital do Trabalhador em estado grave.

A Polícia Militar chegou em poucos minutos e conseguiu deter um dos suspeitos: um menor de idade, armado com uma pistola .380. O delegado Emanoel Davi, da Delegacia de Furtos e Roubos, esclarece o motivo de os celulares estarem entre os produtos preferidos das quadrilhas.

“Houve um aumento principalmente em mercados e shoppings principalmente em busca de equipamentos eletrônicos que são artigos que tem um alto valor agregado, pequenos, que podem ser levados em grande volume e em um local que tem seguranças que não possuem armas porque numa eventual troca de tiros, há pessoas que estão passeando com seus familiares”, afirmou.

Ainda ontem, o shopping Crystal, no bairro Batel, foi invadido pouco antes do meio-dia. Os quatro bandidos foram até uma loja de eletrônicos e levaram diversos produtos. Eles foram reconhecidos pelos seguranças como os responsáveis por assaltar a mesma loja no último dia 31, e que deixaram um prejuízo superior a R$ 100 mil. No shopping Mueller, foi no último dia primeiro. O alvo foi uma revendedora da marca Apple, que foi assaltada pela segunda vez só neste ano.

“É grande o número de menores praticando esses assaltos e, em alguns casos, maiores coordenando as ações. Esses menores são levados para a delegacia do adolescente, ficam lá por cerca de 45 dias e são liberados.  E o máximo da pena seria de três anos”, explicou.

Em todos os casos, clientes e funcionários foram mantidos como reféns. Além do menor apreendido nesta terça-feira, não houve nenhum outro detido, suspeito de participação nos assaltos. Quem compra um aparelho roubado pode ser rastreado e responder pelo crime de receptação. A orientação da Polícia Civil é para que o comprador desconfie de preços muito baixos, principalmente nas vendas pela internet, e sempre exija a nota fiscal.

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="423314" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]