Operação Hórus: PF e Batalhão de Fronteira apreendem barcos, veículos e 1.000 caixas de cigarros em Guaíra

Redação


A Operação Hórus, ferramenta do Ministério da Justiça e Segurança Pública que fortalece a atuação integrada com diversos órgãos de segurança para impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país, causou neste sábado (21) mais um prejuízo milionário no crime organizado em Guaíra, na região Oeste do Paraná.

Na madrugada deste sábado, a Polícia Federal, em conjunto com o Batalhão Batalhão de Proteção de Fronteiras (BPFron), da Polícia Militar do Paraná, apreenderam duas embarcações grandes, três picapes compactas e três caminhões graneleiros carregados, além de cerca de 1.000 caixas de cigarros paraguaios. O aparato apreendido, segundo a PF, tem valor estimado em R$2,8 milhões.

Os policiais localizaram o material ilícito durante uma diligência de rotina na zona rural do município, que faz fronteira com o Paraguai. Ao chegar nas proximidades de um porto clandestino, a equipe observou uma movimentação suspeita.

Segundo o relato, ao perceberem a abordagem dezenas de criminosos que estavam no local começaram a fugir – alguns deles se jogaram na água, na tentativa de ingressar no país vizinho a nado, outros correram para uma região de mata fechada. Ninguém foi preso.

Os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Guaíra.

Além da Polícia Federal e do BPFron, também integram a Operação Hórus equipes do COE/BOPE, da Polícia Militar do Paraná, Tigre, da Polícia Civil do Paraná, Força Nacional, Exército Brasileiro, além do BOPE do Mato Grosso do Sul. O trabalho conjunto conta ainda com o apoio da Secretaria de Operações Integradas/MJSP (SEOPI).

Previous ArticleNext Article