Operação Sonhos Desfeitos mira quadrilha que aplicava golpe na venda de imóveis

Mariana Ohde


A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (3) a operação Sonhos Desfeitos, que tem como objetivo desarticular uma quadrilha responsável por aplicar golpes milionários na venda da casa própria.

De acordo com as informações da Polícia, mais de cem imóveis foram negociados de forma irregular pelos suspeitos em Curitiba e Região Metropolitana. O prejuízo às vítimas ultrapassam os R$ 5 milhões. Os policiais da Delegacia de Estelionato cumprem três mandados de prisão e quatro de busca e apreensão.

Os mandados serão cumpridos em Curitiba, Maringá e também em Miami, nos Estados Unidos, onde o homem apontado como líder da quadrilha estaria morando. A Interpol foi contactada pela Polícia Civil do Paraná para auxiliar no cumprimento do mandado de prisão. O delegado Wallace Brito, titular da Delegacia de Estelionato, afirma que a investigação começou há seis meses, quando as vítimas, os donos de imóveis, procuraram a Delegacia de Estelionato.

De acordo com a Polícia, a quadrilha mantinha uma construtora, com sede em Curitiba, que fazia os empreendimentos imobiliários com recursos advindos de empréstimos bancários. Desta forma, os apartamentos estavam vinculados à instituição bancária, mas os integrantes da quadrilha vendiam os imóveis e ficaram com o dinheiro. Os suspeitos chegaram a vender um mesmo apartamento para mais de uma pessoa. A suspeita é que esta quadrilha tenha agido em Maringá, Foz do Iguaçu, Curitiba, Região Metropolitana, e em outros estados, como Santa Catarina (Balneário Camboriú).

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal