Outros dois foragidos da PEP 1 morrem em confronto com o Bope

Julie Gelenski


Dois homens morreram na manhã desta Segunda-feira (16), em confronto com a polícia. Tudo indica que os dois são fugitivos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP1), a Secretaria Estadual de Segurança ainda não confirmou as mortes e nem as identidades deles.

De acordo com as informações da Polícia Militar, quatro suspeitos de terem fugido da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP1) estavam escondida em uma casa que ainda estava em construção em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba.

Após investigações da PM, uma equipe da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), foi até a casa na manhã desta segunda-feira (16). Com a presença da polícia, dois dos homens fugiram e outros dois entraram em confronto com a Rone e foram mortos.

Segundo a polícia, com os suspeitos mortos estavam 1 revolver calibre 38 e uma espingarda garruncha.

A identificação do Instituto Médico Legal ainda não foi oficializada, mas policiais que atenderam a ocorrência acreditam quse são dois fugitivos da PEP 1, por causa das características e pelas tatuagens deles.

Segundo informações os mortos são: Evandro Emanuel Dos Santos Geraldo, de 32 anos e Marlon Magno Freitas Castelhano, 31 anos.

Envolvimento na morte de Agente Penitenciário

As informações são de que Marlon era ligado ao PCC  e, em 2010, participou da morte de um agente penitenciário, quando com outros suspeitos tentou resgatar um preso em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.

As buscas na região seguem para tentar localizar outros suspeitos.

Marlon Magno, Foragido
Marlon Magno, Foragido

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="408951" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]