Paraná inicia vacinação contra Dengue mais efeito ainda é duvidoso com apenas 66% de eficácia

Redação


A Dengvaxia, vacina contra a dengue, que será lançada nesta terça-feira, em Paranaguá, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros e o governador do Estado, Beto Richa, vai custar R$ 138,53 a unidade. Um altíssimo investimento para eficácia duvidosa, já que, de acordo com autoridades da área da saúde, o índice de efeito do medicamento é de apenas 66% e são necessários três doses para surtir efeito. O medicamento é fabricado pela Sanofi Pausteur e autorizado pel Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para o coordenador da Câmara Técnica de Infectologia do Conselho Regional de Medicina, Alceo Pacheco Junior, a eficácia da vacina ainda é discutível, já que sua eficiência não passa de 66% e beneficia principalmente quem já contraiu a doença. Mas, diz ele, é mais uma “arma contra a dengue que levou muitas pessoas a óbito principalmente em Paranaguá”. A Sociedade Brasileira de Infectologia e a Associação Médica do Paraná sustentam que “toda vacina é bem recebida porque, de uma forma ou de outra, contribui para evitar e reduzir a doença”.

Segundo o Ministério da Saúde, ainda não há uma previsão de compra para o Sistema Único de Saúde e estão sendo feitos estudos de custo para a distribuição nacional e, caso seja viável, a vacina poderá ser distribuída de graça aos pacientes. A Dengvaxia é produzida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur e é uma imunização recombinante tetravalente, para os quatro sorotipos existentes da doença. Ela poderá ser aplicada em pacientes de 9 anos a 45 anos, que deverão tomar três doses subcutâneas com intervalo de seis meses entre elas.

No Paraná foram 55 as pessoas vítimas fatais da dengue. E, ao todo, foram

confirmados 48.104 desde agosto de 2015. Nenhuma cidade entrou para a lista de locais epidêmicos. Para ser considerada epidemia, é necessário apresentar mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes. Ao todo, 74 municípios estão em situação de epidemia no Paraná.

O lançamento da campanha de vacinação contra a Dengue no Paraná será efetivado às 16 horas desta terça-feira, na Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina e contará com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros e do governador Beto Richa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="487275" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]