Pastor é preso por estupro de crianças na região de Curitiba

Narley Resende


Um homem de 51 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra duas meninas, de 7 e 8 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (30), em sua residência, no bairro Fazendinha, pela equipe de investigação da Delegacia de Campina Grande do Sul. O homem preso é pastor de uma igreja da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), estudante de pedagogia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e dá aulas de educação física em uma escola pública.

O homem está sendo investigado há três meses. A polícia chegou até ele, após um registro de boletim de ocorrência, feito pelos pais das vítimas. “A mãe das meninas notou um comportamento estranho em ambas e também alguns sinais no corpo, que levaram ao relato das garotas”, conta o delegado titular da unidade, João Marcelo Renk Chagas.

O caso está em segredo de Justiça. “Tem informações suficientes para que o pedido tenha sido deferido (pela Justiça). Sempre que envolve criança é difícil (de não se chocar)”, relata o delegado. As garotas foram submetidas a exames periciais que teriam comprovado os abusos.

O delegado ouviu as crianças, a mãe e outras testemunhas. O suspeito também foi interrogado. “Foi feito interrogatório ontem, ele negou os fatos. Hoje vai para a audiência de custodia e vamos pedir a transferência dele para outra unidade. Dada a gravidade do caso, os próprios presos daqui não aceitam a presença dele”. O pastor está em uma cela separada. Apesar disso, a delegacia está superlotada e a presença do suspeito pode causar tumulto na unidade.

Segundo informações policiais, as vítimas são irmãs e a família frequentava a igreja em que o pastor realizava os cultos, no bairro Rio Abaixo em Campina Grande do Sul. Os abusos abusos aconteciam dentro da igreja, segundo a polícia.

“O homem se aproveitava da confiança dos pais para ficar sozinho com as crianças e cometer o crime”, afirma o delegado.

Na residência do suspeito, os policiais apreenderam celulares, cartões de memória, CDs, pendrives e um computador, que será encaminhado para a realização de perícia técnica, com o intuito de verificar se existe algum material envolvendo crianças e adolescentes.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e permanece preso à disposição da Justiça em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="422325" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]