PM é morto em assalto na RMC; tudo aconteceu na frente dos filhos

Julie Gelenski


Com colaboração RN 24h

O tenente da Policia Militar Fábio Alessandre da Silva, 32 anos, foi morto em um assalto por volta das 21h desta quarta-feira (22). O policial trabalhava e morava em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ele foi morto com dois tiros, um tiro na cabeça e outro no peito, disparado por dois homens que de acordo com os relatos, invadiram a casa dele no início da noite. Ao ser abordado pelos bandidos, eles teriam visto a farda da PM e atiraram. O policial estava acompanhado pelos dois filhos quando tudo aconteceu.

O crime aconteceu na casa da família, no bairro Vila Elisabeth. Os dois bandidos fugiram levando a arma do PM. O Siate foi acionado, no local e tentaram salvar a vida do policial, mas ele morreu a caminho do Hospital Nossa Senhora do Rocio.

As investigações

Retrato falado do acusado de matar o Tenente Fábio Alessandre
Retrato falado do acusado de matar o Tenente Fábio Alessandre

O caso tem outras linhas de investigação, além do latrocínio, um dos motivos é porque foi a segunda vez que o policial foi assaltado no prazo de um mês. A polícia segue procurando os assaltantes. Um deles estaria de moletom azul e outro de camiseta branca.

A polícia civil já divulgou o retrato falado que foi feito a partir do depoimento da esposa do tenente e da sogra, que estavam em casa no momento da tentativa de assalto. No depoimento elas também contaram que os bandidos chegaram a entrar na casa, mas, ao notar que estariam dentro da residência de um policial, voltaram e atiraram contra o PM que brincava com os filhos.

Embora houvesse a informação de que um deles já estaria preso, a delegacia de Campo Largo confirmou, por meio do delegado Cassiano Aufiero, que as buscas continuam e que, até o momento, não há prisões de suspeitos.

A polícia ainda não associa um crime ao outro, mas imagens de câmeras de segurança e novas informações que chegam às equipes de Campo Largo estão ajudando nas investigações. Também é averiguado, se o crime não pode ser uma retaliação pelo trabalho desenvolvido pelo policial na cidade.

A Polícia Civil investiga as imagens dos suspeitos que aparecem correndo sentido Avenida Padre Natal Pigatto (veja o vídeo abaixo). Logo depois, um veículo trafega pela rua, mas não é possível ver se há um terceiro comparsa dando cobertura à dupla.

Imagem câmera 01

Informações

Denúncias que possam ajudar também podem ser passadas pelo fone 190, da PM, ou pelo telefone da Delegacia de Campo Largo, (41) 3291-6100.

O outro assalto

Essa foi a segunda vez que a casa do tenente da PM Fábio Alessandre foi invadida por assaltantes. No dia 21 de janeiro  a família foi vítima de outro assalto. Os bandidos, na ocasião, mantiveram a esposa e os dois filhos do policial reféns em um quarto da casa. Foram levados a arma do PM, uma pistola .40, o colete balístico e eletrodomésticos da residência. O Pm chegou a ser ameçado de morte na ocasião.

Quatro dias após o assalto, quatro homens foram presos por policiais de São José dos Pinhais, na RMC. Dois deles foram reconhecidos pelo tenente Alessandre como os bandidos que teriam o roubado. Com os quatro acusados também foi apreendido um simulacro de arma de fogo, que o tenente disse ser igual ao usado pelos assaltantes que roubaram a casa dele.

Nota de luto da Polícia Militar 

“Mais uma vez fomos assolados pela violência e criminalidade contra um dos nossos, de forma brutal e covarde. A Polícia Militar está consternada e estamos de luto. Esperamos agora o esclarecimento dos fatos para poder confortar a família”, lamenta o Comandante-Geral da PM, coronel Maurício Tortato, que decretou luto oficial por três dias pela morte do tenente Fábio Alessandre da Silva, ocorrida na noite desta quarta-feira (22/02), em Campo Largo, Região Metropolita de Curitiba (RMC).

“Que a certeza da ressureição, neste momento, conforte a família do policial militar e toda a família miliciana”, pede o Comandante-Geral. Atualmente o tenente atuava como Subcomandante da 3ª Companhia do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM).

Segundo o Comandante do 17º BPM, tenente-coronel William Kuczynski, o oficial da PM estava em frente à sua residência com a família, no município de Campo Largo, quando sofreu um disparo de arma de fogo, após uma tentativa de assalto. “Dois homens chegaram, deram voz de roubo e, em seguida, atiraram na cabeça do oficial”, conta.

“Ele era um policial militar exemplar e muito competente que fará muita falta para a corporação, por sua dedicação e companheirismo. Familiares e amigos sentirão muito sua falta e não temos como dimensionar o tamanho dessa dor”, disse o tenente-coronel Kuczynski.

O tenente Fábio Alessandre da Silva nasceu em 11 de junho de 1982 e deixa esposa e dois filhos (4 e 3 anos). O PM ingressou na corporação em 13 de fevereiro de 2003.

Outras informações e sobre velório e sepultamento serão divulgadas em breve.

 [insertmedia id=”ZXvHuIN7LYE”]

 

Previous ArticleNext Article