Polícia do Paraná faz maior apreensão de maconha do ano

Narley Resende


A Polícia Civil do Paraná fez a maior apreensão de maconha do ano na madrugada desta quinta-feira (16). Mais de seis toneladas de maconha foram apreendidas dentro de um caminhão-tanque, já no estado do Mato Grosso do Sul. O motorista do caminhão foi preso em flagrante.

A polícia do Paraná recebeu uma denúncia anônima relatando que um caminhão-tanque sairia de Cascavel, região Oeste do Estado, para buscar a droga em Ponta Porã, no Estado vizinho, para entregar em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Com informações, as equipes policiais dos dois estados se uniram e iniciaram um trabalho de inteligência para apurar a situação.

Vinte e cinco policiais participaram da ação e se espalharam por diversas regiões de Mato Grosso do Sul até localizar o veículo com as mesmas características.

“Para o sucesso desta operação foi fundamental as forças de Segurança Pública se unirem com o mesmo objetivo, desarticular o tráfico de drogas entre os estados vizinhos, além de tirar de circulação uma grande quantidade de droga que seria comercializada em todo Paraná”, disse a delegada-adjunta da Denarc, Camila Ceconello.

Desvio 

A abordagem aconteceu no distrito de Vista Alegre, localizado no município de Maracaju, em uma rodovia há 150 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, o trajeto feito pelo motorista demonstra que ele tentava desviar das barreiras policiais estabelecidas pela força-tarefa da Polícia Federal e até mesmo da Operação Agatha da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e das Forças Armadas, que tem como objetivo reduzir os índices de criminalidade e reprimir crimes transfronteiriços como o tráfico de pessoas, drogas, armas e munições, além de contrabando de mercadorias.

João Paulo Sartori, delegado da Denar, de Campo Grande, falou da importância da integração entre as polícias. “O trabalho integrado entre as forças de Segurança Pública dos dois estados resultou em uma grande apreensão na região de fronteira”, finalizou.

Na delegacia, o homem informou que receberia R$ 5 mil para realizar o transporte da droga. O suspeito foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e encontra-se preso na Denar de Campo Grande à disposição da Justiça do Mato Grosso do Sul. Se for condenado, a pena pode variar de cinco a 15 anos de reclusão.

Previous ArticleNext Article