Sem categoria
Compartilhar

Polícia pede prisão de quatro suspeitos de matar policial na véspera de Natal

Com CBN CuritibaO delegado responsável pelas investigações sobre a morte da policial militar Barbara Aline Gonçalves da ..

Mariana Ohde - 05 de janeiro de 2017, 07:12

Com CBN Curitiba

O delegado responsável pelas investigações sobre a morte da policial militar Barbara Aline Gonçalves da Rocha pediu a prisão de quatro pessoas que estariam envolvidas no assassinato, que aconteceu na véspera de Natal. De acordo com nota, divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp), os supostos autores do crime já foram identificados e o Ministério Público deu parecer favorável à prisão dos suspeitos.

O delegado titular da Delegacia de Pinhais, Haroldo Davison, requereu as detenções ao Poder Judiciário, que ainda vai analisar o pedido. O caso foi remetido, de acordo com a Sesp, ao colegiado do Tribunal de Justiça do Paraná.

A soldado Bárbara, de 24 anos, morreu no dia 24 de dezembro. Ela estava de folga, na loja do irmão, quando foi atingida na cabeça, a queima roupa, por um disparo de arma de fogo. Ela não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Além do inquérito aberto na Polícia Civil, a PM também faz uma investigação interna para apurar o caso.

À época do crime, a polícia confirmou que investigava a possibilidade de a morte da soldado ter relação com uma ocorrência atendida por ela dias antes em Piraquara. No episódio, ela se envolveu em um confronto com suspeitos e um deles teria sido morto.

A policial militar fazia parte da corporação há três anos e atuava no Batalhão da Polícia de Guarda, em Piraquara, na Grande Curitiba.