População pode denunciar a depredação de escolas pelo 153

Mariana Ohde


Com SMCS

Com feriados e dias de menos movimento como o Carnaval, a Secretaria Municipal da Educação faz um apelo e um alerta à comunidade que mora perto de escolas e creches para que denuncie possíveis atos de vandalismo.

“Nosso apelo é para que a população nos ajude a cuidar das escolas e demais unidades da Educação. Elas são de todos nós, que moramos em Curitiba”, diz a diretora do Departamento de Logística da Secretaria da Educação, Maria Cristina Brandalize.

A população pode avisar a Guarda Municipal sempre que perceber situações suspeitas, pelo telefone 153. As denúncias também podem ser feitas pelo telefone 3045-7940 da empresa de segurança G5, contratada para o serviço de monitoramento das unidades. As equipes contratadas têm o apoio da Guarda sempre que alguma ocorrência é registrada.

Além do monitoramento, feito de forma sincronizada com a Guarda Municipal, e do pronto atendimento tático, o trabalho consiste na assistência técnica permanente, com consertos, ajustes, trocas de equipamentos e mão de obra especializada, sempre que algum episódio acontece nas unidades da Educação. Eles também fazem a reposição dos bens furtados.

O mais recente levantamento, de 2016, revela que atos de vandalismo, arrombamento, furto e invasão das escolas aumentaram em relação a 2015. O crescimento foi de 21%. Entre os delitos, predominam os arrombamentos, que cresceram 33%. Em segundo lugar estão os atos de vandalismo. Neste caso, houve redução em relação ao ano anterior, mas ainda são muitos. Em 2016, chegaram a 157 casos.

Os bairros com maior incidência de práticas como estas são CIC, Sítio Cercado e Tatuquara.

 

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal