Presos fazem motim em delegacia superlotada de São José

Narley Resende


Presos da carceragem da delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, se rebelaram na noite dessa quinta-feira (20) após um dos detentos ter atendimento médico supostamente negado.

De acordo com a Polícia Civil, o motim começou por volta das 23h, quando alguns detentos quebraram portas das celas. A delegacia superlotada abriga 108 presos onde há espaço para 36.

Parte do grupo chegou a quebrar o forro da carceragem para ter acesso ao telhado. Em áudios vazados no Whatsapp, os presos gritavam em jogral: “unidos venceremos”.

A situação foi controlada com o auxílio do Comando de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil (Cope), guardas municipais e policiais militares. Nenhum detento fugiu e ninguém ficou ferido.

Oficialmente a Polícia Civil não confirma a causa do motim.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, algumas transferências devem ser realizadas ainda nesta sexta-feira (20). Reparos também já foram iniciados.

Histórico

Outra tentativa de fuga já havia sido impedida na última terça-feira (17), quando, por volta das 17h, a equipe de plantão localizou um buraco na ventana (entrada de ar) de uma das celas. O local foi isolado e reparado.

Na quarta-feira (19), o juiz da Vara de Execuções Penais de São José dos Pinhais, esteve presente na carceragem e conversou com os detentos.

Previous ArticleNext Article