Sem categoria
Compartilhar

Punição com todo rigor da lei

O certo é que, até agora, pelo que se observa, ninguém escapa da Operação Lava Jato, do juiz Sergio Moro. Quem está preo..

Redação - 07 de maio de 2016, 14:28

23/03/2016- São Paulo- SP, Brasil- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa hoje (23) de um evento organizado por centrais sindicais na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, centro de São Paulo. O ato, segundo as centrais, defende “a democracia e o Estado de Direito” e é contrário ao processo de impeachment da presidente da República Dilma Rousseff, chamado por eles de golpe. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
23/03/2016- São Paulo- SP, Brasil- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa hoje (23) de um evento organizado por centrais sindicais na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, centro de São Paulo. O ato, segundo as centrais, defende “a democracia e o Estado de Direito” e é contrário ao processo de impeachment da presidente da República Dilma Rousseff, chamado por eles de golpe. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O certo é que, até agora, pelo que se observa, ninguém escapa da Operação Lava Jato, do juiz Sergio Moro. Quem está preocupado com o andar das investigações é o ex-presidente Lula que, segundo amigos, estaria depressivo e magoado. Nos bastidores do Palácio do Planalto há quem sustente que Lula se arrependeu da criação ao apostar todas as fichas em Dilma Rousseff. Acontece que Dilma não a única culpada sobre a crise econômica e política do país, mas sim, o próprio partido. A corrupção que se alastrou nas entranhas do governo não pode ser creditada apenas à presidente que, ou pouco sabia, ou fingia que não sabia, mas à cúpula do PT que se lambuzou com o poder através dos donos do dinheiro no país. Agora tem que arcar com as conseqüências e Lula, certamente, deverá ser punido. Com todo o rigor da lei.