Quadrilha de roubo a cargas é presa com 28 toneladas de carne

Francielly Azevedo


Da Polícia Civil

Quatro homens, com idade entre 27 e 39 anos, suspeito de integrar uma das maiores quadrilhas de roubo a carga de Curitiba, foram presos em flagrante na madrugada de terça-feira (30), no município de Balsa Nova, na BR-277.

A quadrilha estava em posse de um caminhão que havia acabado de ser roubado, carregado com 28 toneladas de carne avaliadas em R$350 mil. A ação foi realizada pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba com o apoio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC).

A equipe de investigação da DFR estava realizando diligências com o intuito de levantar informações sobre crimes de roubo a residências ocorridos na Capital, quando descobriu que um caminhão, carregado com 28 toneladas de carnes, havia acabado de ser roubado.

Diante do fato, a equipe se deslocou até a região para apurar a situação. Momento em que abordaram o caminhão carregado com toda a carga de carne. O veículo estava sendo conduzido por um rapaz de 27 anos, o qual foi preso em flagrante.

Na sequência os policiais abordaram um veículo Jetta preto, onde estavam outros três homens (27, 29 e 39 anos). Segundo informações policiais, o Jetta fazia a função de “batedor” – carro de apoio – com o intuito de dar cobertura na prática criminosa, além de ludibriar fiscalizações policiais.

Após a prisão, a quadrilha foi encaminhada para a DFRC, que deu continuidade aos procedimentos legais. Na delegacia, os presos permaneceram em silêncio e não fizeram nenhuma alegação. Os homens foram autuados em flagrante por roubo e associação criminosa, e permanecem presos à disposição da Justiça.

Foto: Divulgação Polícia Civil
Foto: Divulgação Polícia Civil

 

O crime

O crime aconteceu no dia 29 de maio, na região de Palmeira, por volta das dez horas da noite. A carga vinha do Estado de Rondônia (RO) e deveria chegar até o Estado de Santa Catarina (SC), em Balneário Camboriú.

O motorista do caminhão fez uma parada em um poste combustíveis do município e os suspeitos se prevaleceram de um bloqueio de sistema que havia no caminhão, o qual obriga o motorista a fazer uma parada e descansar. Momento em que o levaram para um cativeiro, onde o mantiveram de refém até as quatro horas da manhã – horário que o sistema do caminhão desbloqueia e o motorista pode voltar a seguir viagem.

O delegado-titular da DFR, Matheus Laiola, ressalta que as investigações continuarão com a Delegcia de Cargas. “Conforme o que foi levantado, há fortes indícios de que esses homens integram uma das maiores quadrilhas que agiam em Curitiba e na Região Metropolitana da cidade. A partir de agora, as diligências ficarão a cargo da DFRC, no sentido de identificar os demais envolvidos no esquema, bem como descobrir a participação deles em outros crimes”, afirma.

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="434613" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]