Quinze pessoas são presas durante operação em ferros-velhos e autopeças de Curitiba

Andreza Rossini


Quinze pessoas foram presas na operação de fiscalização em auto-peças e ferros-velhos de Curitiba, realizada pela Polícia Civil, divulgada nesta quarta-feira (27). O objetivo é coibir a comercialização de peças de veículos de origem ilícita.

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da capital iniciou as investigações da operação “Voz do Povo” há cerca de um mês. Os policiais vistoriaram 87 lojas em Curitiba e Região Metropolitana, recuperando 29 veículos em situação de furto ou roubo e prendeu 15 pessoas envolvidas com desmanche ou comércio de peças de veículos.

“A ideia é fazer uma varredura em todos as autopeças e ferros-velhos para combater a comercialização de peças automotivas advindas do furto e roubo”, explica o delegado-titular da DFRV, Rogério Martins de Castro.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A operação “Voz do Povo” foi recebeu este nome porque as investigações iniciaram a partir de denúncias anônimas sobre o comércio de peças de carros. Todos os envolvidos vão responder  pelos crimes de receptação e adulteração de sinal de veículo automotor.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="355159" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]