R10 fica perto do Coxa, mas negocia mansão e seguranças com Nacional

Jordana Martinez


Júlio Cesar Lima

O craque Ronaldinho Gaúcho está muito próximo de acertar com o Coritiba, mas a exemplo de outras negociações recentes, o jogador pode tomar um avião direto para Montevidéu e fechar contrato com o Nacional. Ao mesmo tempo que o vice-presidente do Coritiba, Alceni Guerra confirma as negociações com o irmão e empresário de Ronaldinho, Assis, o mesmo exigiu do secretário geral do Nacional, Heber Lambert, uma mansão e seguranças em bairro nobre, segundo depoimento do dirigente ao jornal local El País.

“Falaram que ele quer morar em uma casa importante, onde possa ter conforto. Seu estilo de vida é em uma casa ampla, já que pela fama lhe custa muito sair. Normalmente, treina e volta para casa. Sobre o bairro, tem algumas exigências específicas que foram manifestadas”, disse Lambert .

Já o Coritiba acredita em desfecho positivo para o negócio, porém, o clube demonstra estar dividido quanto à contratação de R10. O vice Alceni Guerra afirmou em entrevista à Rádio Transamérica que as chances de Ronaldinho Gaúcho desembarcar no Alto da Glória nos próximos dias, era quase de 80%., fato que desmentiu diretores que negavam qualquer negociação do tipo. Um dos principais motivos apontados por Guerra seria o marketing que gira ao redor do craque.

“Não podemos ter nosso marketing como nossa quarta principal fonte de renda e a chegada de Ronaldinho colocaria nosso marketing em alta, ele teria um salário fixo, mais produtividade, percentual nas vendas de camisa, algo que seria fundamental para o nosso clube, o nosso marketing”, falou.

Apesar de não jogar desde setembro de 2015, o atleta é esperado com ansiedade, mas poderá ser outro craque. “Não precisa ser ele o negociado, mas alguém que dê o impacto que queremos”, disse Guerra.

 

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.