Ratinho Junior não convida Greca para articulações em Dubai

Pedro Ribeiro


 

Ou Curitiba deixou de ser a cidade modelo, exemplo de planejamento urbano  e qualidade de vida para o Brasil e o mundo, ou o seu gestor, prefeito Rafael Greca, não tem nada para mostrar, pois a capital paranaense e consequentemente seu prefeito, ficaram de fora da comitiva – escolhida a dedo – do governador Ratinho Junior para o “Paraná Business Experience 2021” que coloca o Paraná na vitrine do mundo em Dubai, nos Emirados Árabes, de 10 a 16 de outubro.

Greca não teria sido convidado mas, em compensação, o Paraná levará representantes de várias empresas, além dos VIPs convidados, como os prefeitos de Ponta Grossa, Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Londrina, Maringá e Pato Branco. Durante a missão, elas terão oportunidades específicas de mostrar suas vocações e potencialidades.

Ao escolher os gestores das oito principais cidades cidades do Estado – Curitiba ficou de fora – o governador Ratinho Junior provavelmente aproveitará a “longa” viagem para articulações políticas já que no próximo ano teremos eleições a governador e deputados.

Para o governador paranaense, “essa é a maior feira de exposições do mundo, e uma ótima oportunidade para o Paraná apresentar todo o seu potencial de produção. Não vamos fazer apenas uma apresentação, mas buscar a chance de fecharmos novos negócios. Queremos trazer investimentos, indústrias, parceiros, e queremos que os empresários paranaenses também possam vender seus produtos para outros países. Para isso, estamos levando a maior comitiva que o Estado montou com empresários nos últimos 30 anos”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior no evento de lançamento, realizado no Palácio Iguaçu. Ele também será o líder da missão.

O Estado será o protagonista do Pavilhão do Brasil ao longo da semana, com uma exposição imersiva que apresenta o Paraná a seus visitantes, do potencial agroindustrial e de geração de energia aos roteiros turísticos e parcerias em diversas áreas da gestão pública. Paralelamente à mostra, a agenda prevê rodadas de negócios para atrair novos investimentos, nos mesmos moldes dos Paraná Day que ocorreram na Espanha, no México e nos Estados Unidos.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="794760" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]