Recém-nascido abandonado em caixa de sapato ainda respirava, diz delegada

Fernando Garcel


Os laudos periciais feitos no recém-nascido encontrado em uma caixa de sapato em Cascavel, no oeste do Paraná, na última sexta-feira (16), apontam que o bebê ainda respirava quando foi abandonado. Os dados foram divulgados pela delegada Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), Raísa de Vargas Scariot, nesta segunda-feira (19).

Casal é preso suspeito de matar filho recém-nascido no PR

O corpo do bebê foi encontrado por garis em sacolas plásticas dentro de uma caixa de sapatos ao lado da lixeira de uma casa, na rua Oswaldo Cruz, região central de Cascavel, ainda com o cordão umbilical.

“A pericia médica apontou que ele nasceu com vida. Era um bebê que nasceu em perfeitas condições. Aparentemente de nove meses, com 45 centímetros e dois quilos e meio. Ele respirou e nasceu com vida”, destacou Raísa . De acordo com a delegada, o causa da morte ainda está sendo apurada pelos médicos do Instituto Médico-Legal (IML).

O sistema de segurança de uma das casas próximas registrou imagens de um homem com uma sacola semelhante a que a criança foi abandonada. A polícia ainda não conseguiu identifica-lo. Existe a hipótese de que os autores do crime sejam de fora de Cascavel. “Nós não podemos precisar aonde esse senhor mora ainda. Pode ser que ele more em uma região afastada e possa ter ido para a cidade apenas para fazer o descarte do bebê. Até mesmo de cidades vizinhas”, afirma a delegada.

Imagens do suspeito. | Foto: Reprodução / Polícia Civil
Imagens do suspeito. | Foto: Reprodução / Polícia Civil

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="437905" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]