Sem categoria
Compartilhar

Relógio exibe horas e segundos em braille, e ainda converte qualquer tipo de informação para o sistema tátil

Com Metro CuritibaAnunciado há dois anos, o relógio que informa as horas em braille deve chegar finalmente ao mercado co..

Guilherme Grandi - 21 de março de 2017, 18:08

O relógio inteligente ainda não está sendo produzido. (foto: divulgação)
O relógio inteligente ainda não está sendo produzido. (foto: divulgação)

Com Metro Curitiba

Anunciado há dois anos, o relógio que informa as horas em braille deve chegar finalmente ao mercado com a promessa de atender a uma população bem numerosa. Cerca de 285 milhões de pessoas em todo o mundo têm alguma deficiência visual e 39 milhões são cegos, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

O relógio inteligente, chamado Dot, é o primeiro equipamento do tipo, que exibe horas e até segundos em braille. Até pessoas com deficiências visuais severas poderão ler as horas. A ideia surgiu quando um dos criadores do dispositivo, o sul coreano Eric Kim, estudou na faculdade com um jovem cego. Enquanto todos da turma utilizavam tablets, esse aluno carregava um livro em braille. Kim percebeu que, mesmo com aplicativos específicos para pessoas cegas, a acessibilidade dos aparelhos ainda era um problema.

Foi então que ele, junto de alguns colegas, pensaram em um aparelho que fosse não apenas acessível, mas também leve, barato e que atendesse as várias necessidades dos usuários. Ou seja, o Dot é mais do que um simples relógio. Ele pode traduzir qualquer informação para braille, desde o conteúdo de uma mensagem de texto, até instruções de GPS.

O Dot tem até a capacidade de informar quem está ligando para o usuário antes que ele atenda o celular. Para ter outras informações, além das horas, transcritas no relógio, o usuário precisa baixar o aplicativo Dot Watch, que permite sincronizar outros apps, como WhatsApp, Waze ou Google Maps ao dispositivo. Os criadores também visam a desenvolver um tablet e até um computador netbook com a mesma tecnologia.

As vendas oficiais do relógio ainda não começaram, mas a startup já iniciou as pré-vendas por meio de seu site. O Dot custa por volta de US$ 290 (quase R$ 900) e será enviado para qualquer lugar do mundo.