Requião volta a atacar o juiz Sergio Moro

Redação


 
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) voltou a atacar o judiciário ao afirmar que o Conselho Nacional da Justiça (CNJ) legalizou o pixuleco (propina) para os juízes em exercício da função. O alvo de Requião é o juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato, que atualmente é muito requisitado para palestras no Brasil e no exterior. “Quando CNJ autoriza remuneração secreta de palestras de juízes no exercício da função legaliza PIXULECO”, disse Requião no twitter.
Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="487251" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]