Romance conta como foi o bombardeio de um navio negreiro na Ilha do Mel

Guilherme Grandi


Com Metro Jornal

A escritora paranaense Etel Frota lança nesta semana o seu primeiro romance, de nome “O Herói Provisório”.

Com 19 anos de trajetória literária, a autora desenvolve uma série de trabalhos como poeta, roteirista, compositora e letrista, que já lhe renderam várias indicações e premiações no ramo teatral e musical, como o Prêmio Grão de Música 2016.

Neste livro, a escritora se inspirou em um episódio marcante na história do Paraná. O município de Paranaguá é cenário da narrativa, que foi escrita por meio de 14 anos de viagens pelo Rio de Janeiro, Cunha (SP) e Lisboa.

Revivendo um acontecimento histórico, Etel Frota volta aos anos 50, quando os canhões da Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, na Ilha do Mel, abriram fogo contra um cruzador inglês que rebocava navios brasileiros, supostamente negreiros.

Na obra, o militar Joaquim Barboza é o responsável pelo comando do ataque. Horas ele pode ser visto como herói, horas como vilão. Entre personagens fictícios e reais, também estão no livro o Frei Tristão de Almeida, a escrava Ignácia e o poeta Manoel Fonseca.

Serviço:
Etel Frota lança “O Herói Provisório”
Quarta (30), a partir das 19h, na Livraria da Vila
Shopping Pátio Batel – Av. do Batel, 1868, Batel
Entrada gratuita.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="8315" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]