Sem categoria
Compartilhar

Segunda fase da Operação Pane Seca mira novas fraudes em postos

A Delegacia de Crimes contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) e o Centro de Operações Policiais Especiais (C..

Mariana Ohde - 29 de março de 2017, 07:21

A Delegacia de Crimes contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) e o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) deflagaram nesta quarta-feira (29) mais uma fase da Operação Pane Seca, que investiga fraudes em postos de combustíveis de Curitiba e região metropolitana.

50 policiais civis cumprem 14 mandados em Curitiba e região metropolitana e em Guaratuba, no litoral. São dois mandados de prisão temporária, oito de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva.

A primeira fase foi deflagrada no sábado (25). Seis pessoas foram presas no mesmo dia e outras duas se entregaram na segunda-feira (27). A fraude consistia na instalação de dispositivos nas bombas que interrompiam o fluxo de combustível sem interromper a medição da quantidade de litros a ser paga pelo consumidor.

Assim, a quantidade de combustível que, de fato, era colocada nos automóveis era de 6% a 8% menor do que a registrada nas bombas. Estes dispositivos, segundo a investigação, poderiam ser ativados remotamente – o que dificultava a atuação dos órgãos fiscalizadores.

Morte suspeita

Além da fraude, a polícia investiga, paralelamente, a morte do presidente da Associação Brasileira de Combate a Fraudes de Combustíveis (ABCF), Fabrízzio Machado da Silva, assassinado na noite de quinta-feira (23), alguns dias antes da operação.

A investigação sobre o assassinato está em curso da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) . “São duas investigações paralelas que podem se encontrar ao longo do trabalho policial. A elucidação da morte do fiscal é uma prioridade das forças de segurança do Paraná”, explica o secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita.

Fabrízzio foi morto a tiros em frente à sua casa. Ele era informante do Fantástico e ajudava em uma reportagem sobre fraudes em postos de combustíveis em São Paulo, Paraná e Santa Catarina.