Socorrista do Samu descobre que filho morreu ao atender ocorrência de acidente

Roger Pereira


Da BandNews FM Curitiba

Um socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, descobriu que o filho dele estava morto enquanto fazia o atendimento a vítimas de um acidente. O caso aconteceu ontem (domingo) de madrugada na Avenida Visconde de Mauá. Um carro e uma moto bateram na via e o condutor da moto, que era filho do socorrista e tinha 21 anos, morreu na hora da colisão. Em entrevista ao portal “aRede”, o socorrista disse que a ocorrência indicava um acidente de moto simples, mas quando ele chegou ao local do acidente, reconheceu a moto do filho e viu que o motorista do carro estava embriagado.

“A princípio era para ser mais uma ocorrência de acidente de moto. Quanto chegamos no local, já me deparei com os pedaços da moto no canteiro central e, pelo banco da moto, eu reconheci que era a moto do meu filho. E do outro lado, um senhor de cerca de 70 anos de idade, completamente embriagado, que sequer conseguiu sair do carro para prestar socorro ao meu filho”.

O motorista do carro estava bêbado e apontou a presença de mais de um mililitro de álcool por litro no teste do bafômetro. Ele dirigia com a carteira suspensa e foi preso por embriaguez ao volante e homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A justiça estipulou uma fiança de três mil reais para o motorista do carro.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="416754" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]