Táxi é incendiado e grupo acusa motoristas do Uber

Narley Resende


Um táxi foi incendiado na madrugada desta segunda-feira (2), no km 18 da Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo. Segundo o taxista, dois passageiros teriam anunciado que eram do aplicativo Uber e mandaram ele descer do carro. Em seguida, o táxi teria sido incendiado por eles no acostamento da rodovia, no sentido Interior de São Paulo.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o taxista relatou ter sido vítima de duas pessoas ligadas ao Uber. Ninguém foi preso e não há testemunhas do crime. O carro incendiado deve passar por perícia.

Diversos taxistas acusam motoristas do Uber e afirmam que o taxista foi perseguido. “O Batata estava trabalhando ontem no Vila Country, aí ‘os Uber’ se enfezaram com ele, abordaram ele, e disse que um dos caras entrou no carro com ele, aí foram mais ubers atrás, levaram ele para a Bandeirantes, arrancaram ele do carro, mandaram ele pegar só o celular e cair fora. Meteram fogo no carro dele. Mandaram avisar que ‘quem manda aqui é Uber’”, diz uma taxista em áudio que circula no Whatsapp.

ÁUDIO ENVIADO PELO MOTORISTA DO TÁXI A GRUPOS DE TAXISTAS:

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="355354" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]