TJ condena segurança que agrediu jovem em balada de Curitiba

Redação


O Tribunal de Justiça (TJ) decidiu condenar o segurança do Bar James, em Curitiba, a dois anos de prisão em regime aberto. m 2012, o funcionário da casa noturna foi acusado de ter agredido um jovem que frequentava o local e, na ocasião, Guilherme Köerich, na época com 18 anos, precisou amputar uma das pernas por conta das lesões. Absolvido em primeira instância, o advogado do acusado ainda podem entrar com recurso contra a decisão.

Guilherme é acusado de ter tentado sair da casa sem pagar uma conta de R$ 60 e os seguranças teriam tentado impedir sua saída. De acordo com a versão da casa, o jovem teria fugido e o segurança corrido atrás do cliente e, tentando impedir a fuga, teria caído sobre a perna da vítima. Na queda, Guilherme rompeu ligamentos e uma artéria foi atingida, prejudicando a função dos rins. Ele ficou internado por dez dias e teve a perna esquerda amputada.

Na versão do adolescente, o pagamento com cartão de débito não foi realizado e ele tinha apenas R$ 40 para pagar a conta. Ele teria oferecido o documento e o aparelho celular como garantia que voltaria à casa na manhã seguinte para fazer o pagamento, mas a gerência não teria aceito a proposta.

Previous ArticleNext Article