Tomaz Miranda leva disco novo ao Samba de Bamba

Guilherme Grandi


Com Metro Jornal

Curitiba recebe nesta terça (15) o músico carioca Tomaz Miranda como a quinta atração do Samba de Bamba em uma apresentação em que o cantor introduz ao público o primeiro disco de sua carreira.

Pela primeira vez em Curitiba, ele traz ao palco da Caixa uma grande bagagem musical, resultado do seu intenso contato com o samba, que se deu desde a sua infância.

Artista desde os 15 anos de idade, Tomaz é diretor e cantor de um dos principais blocos de carnaval do Rio de Janeiro, o Simpatia é Quase Amor, e cresceu na influência do pai, músico, e inspirado por artistas como Beth Carvalho, Cartola e Zeca Pagodinho.

Em entrevista ao Metro Jornal, o carioca contou que as idas às rodas de samba do Rio e as aulas de música o encaminharam para a carreira musical que vive hoje. “Meu álbum foi totalmente independente, produzido por mim com ajuda de amigos músicos, e foi um processo de aprendizado grande. Fiz questão de ter compositores da minha geração, além de ídolos meus. Na minha trajetória artística eu sempre me identifiquei como um instrumentista que canta e que gosta de samba”.

O álbum autoral “Os sambas Que Me Dizem”, lançado em 2015, reúne canções como “Carnaval de Rua”, “Jangadeiro” e “Morengueira Contra o 0800”, músicas estas que Tomaz leva ao palco para apresentar ao público.

Além das canções de seu disco novo, o artista agita o público com sambas conhecidos samba, “Desde Que o Samba É Samba”, de Caetano Veloso”, e canções de Cartola e Dona Ivone Lara.

Serviço:
Samba de Bamba apresenta Tomaz Miranda
Terça (15), às 20h, na Caixa Cultural
Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro
Ingressos a partir de R$ 10.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="8104" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]