Sem categoria
Compartilhar

Top 5: conheça as áreas mais lucrativas do Agronegócio

Com os recentes desdobramentos da Operação Carne Fraca, há uma certa apreensão do mercado, um dos mais promissores da ec..

28 de março de 2017, 10:21

Com os recentes desdobramentos da Operação Carne Fraca, há uma certa apreensão do mercado, um dos mais promissores da economia brasileira. Mesmo com possíveis impactos no Produto Interno Bruto (PIB) do país, o segmento deve continuar promissor.

Segundo análise do Comitê Macroeconômico do ISAE – Escola de Negócios, coordenado pelo professor do Mestrado em Governança e Sustentabilidade, Rodrigo Casagrande, e pelo executivo de finanças da Renault, Fabio Alves da Silva, é preciso separar o “joio do trigo”.

“O Paraná tem, especialmente no setor de cooperativas, empresas sérias e com elevado controle de qualidade”, destaca o documento.

Além disso, o segmento concentra uma grande diversidade de atuação e negócios. O professor do MBA em Gestão Estratégica do Agronegócio do ISAE, Carlos Alberto Decotelli, listo as cinco áreas mais lucrativas dentro deste mercado. Veja quais são e o por quê:

1 – Design e Sustentabilidade de Máquinas Agrícolas: não só nesse mercado, o design do produto vem tendo cada vez mais relevância. Além disso, é cada vez mais necessário que os profissionais saibam projetar equipamentos sustentáveis, que respeitem o meio ambiente.

2 – Gestão de Riscos no Agronegócio: os componentes de oferta e demanda nessa área vem alcançando uma dimensão cada vez mais internacional e ágil. Por isso, profissionais que identifiquem ameaças ao posicionamento estratégico da empresa, entendam o mercado agrícola e dimensionem desafios futuros são cada vez mais necessários nas empresas.

3 – Comércio e Relacionamento Internacional: pelos mesmos motivos listados no item 2 (a crescente internacionalização), o Agronegócio necessita de pessoas que realizem as transações com outros países. De acordo com o Ministério da Agricultura, só no ano passado as exportações do agronegócio brasileiro cresceram US$ 2,5 bilhões – carnes, laticícios, frutas e grãos são os quatro produtos mais vendidos para fora do país. Para os profissionais que desejam seguir para esta área, dominar um segundo, e até um terceiro idioma, abre portas.

4 – Proteção Financeira e Derivativos: A minimização dos riscos a que está exposta a atividade econômica é fundamental dentro do Agronegócio. Além disso, quem trabalha neste setor também busca especuladores, que desempenham uma função econômica importante, assumindo riscos e provendo liquidez.

5 – Logística e produtividade: A busca por tornar as atividades mais ágeis e menos onerosas são um desafio para qualquer negócio. Mas, no Agro, a atenção é essencial: a infraestrutura defasada levou a perdas milionárias no transporte de soja e milho, por exemplo. Portanto, empresas com esse setor bem estruturado saem na frente no mercado e evitam prejuízo financeiro.