“Tráfico”faz estreia nacional no Festival de Curitiba

Redação

 

Nascido em 1971, em Montevidéu, no seio de uma família de atores e escritores, o premiado dramaturgo e diretor Sergio Blanco mudou-se jovem para a França, onde se radicou artisticamente.
Em 2019, o autor vem mais uma vez ao Festival de Curitiba, desta vez com espetáculo “Tráfico”, que faz sua estreia nacional na Mostra com apresentações nos dias 06 e 07 de abril, no Guairinha.
Seguindo a linha da autoficção que vem desenvolvendo há alguns anos, o dramaturgo franco-uruguaio apresenta um monólogo sobre um jovem garoto de programa, Alex, interpretado pelo ator
Wilderman García Buitrago.

 

Segundo Blanco, a autoficção consiste em misturar histórias verdadeiras com histórias inventadas. “É o oposto da autobiografia, já que no empreendimento autobiográfico existe um pacto de verdade enquanto na autoficção há uma aliança de mentiras”, explica o diretor. A trama se passa na periferia de uma cidade latino – americana, onde o personagem vai aos poucos se envolvendo no mundo dos assassinos contratados. Seus encontros e desentendimentos com os clientes, em especial "o francês", o leva para dentro de uma complexa história, manchada por
violência. “Na medida em que a história avança, o personagem vai acessando áreas mais escuras da vida que, em paralelo à sua prostituição, será transformado em um assassino.


O texto vai misturando assim, a narração erótica de encontros sexuais com encontros de extrema violência”, revela o diretor. “É um trabalho que reflete sobre sexualidade, solidão, morte, vício, separação, desespero, beleza, traição e negócios nos tempos atuais”, define.

Nos últimos dois anos, Blanco produziu as peças “Kiev” e “A Ira de Narciso” no Brasil, estreitando sua relação com o país. A primeira retoma os 100 anos de O Jardim das Cerejeiras, de Chekhov,
enquanto a segunda instaura a linha de autoficção cuja sequência é o espetáculo “Tráfico”.

Ficha técnica

Texto e direção: Sergio Blanco
Intérprete: Wilderman García Buitrago
Assistência de direção: José Saeed Pezeshki
Produção: Wilson l. García e Matilde López
Este espetáculo é uma coprodução entre Maldita Vanidad (COL.) & Marea (UY).

Serviço:

Espetáculo: Tráfico

Dias e horários: 06/04 às 21h e 07/04 às 19h

Local:  Teatro Guairinha

Endereço: Rua XV de Novembro, 971 , Centro, Curitiba

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook