Sem categoria
Compartilhar

Travesseiro ‘robô’ pode melhorar noites de sono com cafuné hi-tech e canções de ninar

Você tem problemas para dormir? Toma vários remédios, faz meditação e alongamentos, antes de se deitar, mas ainda assim ..

Guilherme Grandi - 28 de março de 2017, 16:35

Robô simula até mesmo a respiração para relaxar o usuário. [foto: divulgação]
Robô simula até mesmo a respiração para relaxar o usuário. [foto: divulgação]

Você tem problemas para dormir? Toma vários remédios, faz meditação e alongamentos, antes de se deitar, mas ainda assim nada resolve? Uma nova solução parece estar a caminho. Um robô em formato de travesseiro, criado pela empresa holandesa Somnox, promete ajudar quem não aguenta mais sofrer com insônia.

A intenção da empresa foi criar uma alternativa de tratamento, sem uso de remédios, para pessoas com problemas para dormir, principalmente por causa de estresse, e que estão cansadas de apelar para medicamentos. O robô da Somnox foi programado para identificar se a pessoa está acordada ou dormindo e, se estiver desperta, fazer de tudo para induzi-la de volta ao sono.

Para isso, o robô simula a respiração, inflando e desinflando levemente, para que o usuário, inconscientemente, sincronize sua respiração à do robô e entre num estado de relaxamento, finalmente dormindo. O travesseiro robótico oferece ainda outros recursos para desacelerar, como canções de ninar e sons da natureza.

  • Dormir mal engorda, explica especialista

Desta forma, segundo a Somnox, o robô reduz os níveis de estresse e permite que as pessoas relaxem e caiam no sono com maior facilidade. Pode parecer estranho dormir abraçado a um robô, mas a empresa garante que a maioria dos usuários se acostuma com o dispositivo depois de uma noite de uso, pois ele é mais natural para o corpo do que remédios para dormir, por exemplo.

O robô ainda coleta dados do comportamento noturno do usuário, como momentos de sono pesado ou de consciência, e os armazena para conseguir pensar no melhor “tratamento” possível. A empresa garante que estes dados serão utilizados, mas sem identificar os usuários, que permanecerão anônimos.

Infelizmente o robô ainda não está à venda, mas protótipos já estão sendo desenvolvidos.