Trote mobiliza equipe de socorro por cinco horas

Andreza Rossini


Uma equipe do corpo de bombeiros saiu do município de Coronel Vivida, no oeste do Paraná, para atender uma ocorrência na área rural do município de São João, na mesma região do estado. Os bombeiros percorreram cerca de 100 quilômetros até chegar ao local indicado, mas a informação de acidente era falsa.

Segundo o Tenente Aredes a equipe foi chamada para atender uma colisão entre dois automóveis, com várias vítimas, sendo que uma delas estava presa nas ferragens do veículo. “Nós fomos com a viatura especial, equipada para este tipo de acidente e acompanhados da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)”, afirmou.

Os bombeiros teriam procurado o acidente na região. “Os policiais chegaram ao local e não tinha nada. Procuraram e procuraram a ocorrência e não acharam. No momento que eles estavam lá, procurando o acidente, quem fez o trote ainda retornou a ligação e perguntou se a equipe iria demorar para chegar”, afirmou o Aredes.

O caso aconteceu na quarta-feira (20) e até a tarde desta quinta-feira (21), o responsável pela ligação não foi encontrado.  O veículo do corpo de bombeiros foi acionado por volta das 9 horas e só retornou ao batalhão dos bombeiros às 15 horas. Os socorristas teriam percorrido 50 quilômetros dentro da cidade a procura do acidente e a viatura apresentou problemas mecânicos na volta.

Previous ArticleNext Article