Votação da LDO cria impasse na Alep

Redação


Depois de muita discussão, a Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado peemedebista, Nereu Moura, marcou para a próxima terça-feira uma nova reunião para discutir o encaminhamento para votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que define os gastos do governo do estado para o próximo ano. O relator da LDO, deputado Elio Rusch voltou a explicar os trâmites da lei e informou que ela ainda não está finalizada, o que foi questionado pelo deputado Requião Filho ao sustentar que se o relator não terminar os trabalhos, o presidente da casa pode encaminhar à votação.

Há um questionamento, também, de que a Assembleia Legislativa não pode entrar em recesso se não votar a LDO, o que também foi rebatido por Rusch, garantindo que o Estado tem um orçamento vigente e que a LDO pode ser votada posteriormente, não havendo prejuízos nem para o Estado e nem para a população. O deputado missionário Arruda ponderou, sugerindo que é preciso cautela na elaboração e votação da LDO já que o país vive uma crise sem precedentes e o Paraná não foge a esse problema.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="487230" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]