‘Walk tour’ por igrejas históricas de Curitiba será no dia 5 de agosto

Guilherme Grandi


Estão abertas as inscrições para a próxima edição da atividade guiada Na Trilha do Sagrado, promovida Secretaria Municipal da Educação para divulgar a diversidade religiosa em Curitiba a partir de igrejas, templos e monumentos do Centro Histórico e entorno. O evento está marcado para 5 de agosto, um sábado, a partir das 9h.

A inscrição é grátis e deve ser feita pelo e-mail ensinoreligioso@sme.curitiba.pr.gov.br até 31 de julho. É preciso informar nome completo, data de nascimento, RG e telefone para contato.

Como os três passeios anteriores abertos à comunidade, a saída é da Catedral Basílica Menor de Curitiba. De lá, durante no máximo 2 horas, os interessados apreciarão a estátua do cacique Tindiquera (referência da religiosidade indígena, difusa na natureza) e percorrerão os irôkos (árvores sagradas para as religiões de matriz africana) da Praça Tiradentes, vizinha da Catedral. A seguir, no Largo da Ordem, percorrerão a Igreja da Ordem, o Museu de Arte Sacra e a Igreja Presbiteriana Independente.

Em seguida, passarão pela igreja do Rosário e, nessa rua, identificarão a sede do instituto Hare Krishna e a igreja Luterana. A alguns passos de lá, em frente às Ruínas do São Francisco, poderão admirar e conhecer detalhes sobre a mesquita Iman Ali Ibn Abi Talib.

“É possível que muita gente não tenha se dado conta, mas, tão perto umas das outras, estão lugares sagrados para as religiões católica, protestante, africanas, indígena, hindu e muçulmana”, observa a coordenadora de Ensino Religioso da Secretaria Municipal da Educação, Karin Willms, guia da atividade.

Na Trilha do Sagrado nasceu de um jogo de tabuleiro criado para falar sobre diversidade de crenças para os estudantes do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino durante as aulas de Ensino Religioso – conteúdo pedagógico previsto em lei federal e, segundo Karin, “uma forma de abordar os Direitos Humanos.” Como componente curricular do ensino fundamental, o Ensino Religioso explora quatro matrizes: Indígena, Ocidental, Africana e Oriental.

Para quem não puder participar dessa atividade, a coordenadora informa que haverá outras edições dias 30 de setembro, 11 de novembro e 2 de dezembro. “É só se organizar, chamar a família e os amigos e garantir a vaga”, conclui.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="7790" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]