Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

A articulação de Ratinho Junior e a saia justa de Moro

Ratinho Junior, líder nas pesquisas à reeleição, conseguiu reunir, em torno de sua candidatura, nove partidos.

Pedro Ribeiro - 31 de julho de 2022, 09:52

Foto/Divulgação
Foto/Divulgação

 

Há muito tempo não se via, no Paraná, uma grande coligação em torno de um único candidato ao Governo do Estado como agora. O governador Ratinho Junior conseguiu, até o momento, colocar embaixo de seu guarda-chuva nove partidos – Podemos, MDB, PSD, Cidadania, PP, PL, Republicanos, União Brasil, Pros – e ainda tem a apoio não oficial do PSB e PSDB.

O resultado desta estratégia foi mostrado neste sábado, 30, durante convenção do seu partido, o PSD, que reuniu representantes da maioria desses partidos apoiadores e perto de duas mil pessoas no Expotrade, em Pinhais, RMC.

Mais uma vez o governador e candidato Ratinho Junior, na presença de um de seus maiores cabos eleitorais, seu pai, Carlos Massa, Ratão, preferiu o discurso da paz, união e a busca pelo desenvolvimento e, em nenhum momento, agrediu seus adversários.

O único problema de Ratinho Junior está relacionado ao seu apoio a candidatos ao Senado. Pelo que ficou claro na convenção, sua preferência é por Paulo Martins, candidato do presidente Jair Bolsonaro. Descarta, assim, apoio a Gusto Silva e Alvaro Dias, os quais havia sinalizado há tempos atrás.

Moro em saia justa se Bivar apoiar Lula

O presidente do União Brasil, Luciano Bivar, deve anunciar ainda hoje, domingo, 31, sua desistência da candidatura à Presidência da República. Como todos conhecem seu perfil de acompanhar possíveis vitoriosos, deverá se aliar ao candidato petista, Luiz Inácio Lula da Silva.

Se isto acontecer, quem ficará em uma baita saia justa, é o candidato do UB ao Senado no Paraná, Sergio Moro. A pergunta que terá que ouvir e, quem sabe, responder: vai subir no mesmo palanque do homem que você mandou prender?